CAMINHADA CONTRA A EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO-JUVENIL MOBILIZA SUZANÁPOLIS.

CAMINHADA CONTRA A EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO-JUVENIL MOBILIZA SUZANÁPOLIS.
      Centenas de pessoas participaram de uma caminhada na manhã da última segunda-feira (20), em Suzanápolis. A movimentação faz parte das atividades alusivas ao mês de maio que consiste em combate a exploração sexual infanto-juvenil. A data é comemorada em 18 de maio, mas os organizadores optaram por fazer a campanha no dia 20. Participaram do evento alunos da rede municipal e estadual e APAE, membros da comunidade e do conselho tutelar, bem como funcionários públicos e policia militar. Na solenidade do evento estiveram presentes a presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente Márcia Rover, o Diretor da Escola Municipal Anésio Pereira de Souza Gláuber Aragon e a vice-diretora da Escola Estadual Coronel Ernesto Schmidt Fátima Pegaiane, a diretora da Escola Municipal Emei Quindim Adriana Tiossi, além da palestrante e assistente social Telma Nascimento e Ana Lucia Barbosa, psicóloga. 
Entre outras ações de proteção, foram realizadas palestras nas escolas municipais e palestras na Câmara Municipal, alertando crianças e adolescentes sobre abuso sexual além de um vídeo institucional sobre a importância da campanha. 
Na escola municipal EMEF- Anésio Pereira de Souza foi realizada uma ação pedagógica com a pedagoga Kellen Frota e assistente social Vanessa Romão. 
    De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Por isso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos. 
Como surgiu o Dia Nacional Contra o Abuso e Exploração Sexual Infantil.
A escolha desta data é em memória do "Caso Araceli", um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune.
     O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no país através da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000.
Normalmente, nesta data, são realizadas diversas, atividades, sejam nas escolas e demais espaços sociais, como por exemplo palestras e oficinas temáticas sobre a prevenção contra a violência sexual.
O Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes é o grupo responsável por organizar e promover nacionalmente esta data.
    No Brasil, o Disque 100 é um serviço gratuito disponibilizado pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República que registra denúncias anônimas de jovens que se sintam ameaçados ou que sofreram qualquer tipo de abuso ou exploração sexual.
Assessoria de Imprensa e Comunicação da prefeitura de Suzanápolis.

 

Compartilhar

Comentários

    Nenhum comentário registrado. Seja o primeiro!

Deixar um comentário

Atenção: seu e-mail não será publicado.

ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
Por Favor, aguarde...